Entrevistas Mágicas – Carta Mágica 17

silvia

A nossa convidada desta entrevista mágica, é a Sílvia Jácome! 

 

A Sílvia é ceramista e tem um sonho, levar ao mundo o Amor e Delicadeza que deposita em cada peça!

 

1) Fala-nos um pouco de ti e do que fazes profissionalmente.

 

Sou a Sílvia Jácome, apaixonada pela vida, pelas pessoas com quem vivo e pelas que me rodeiam, pelo sítio onde vivo e por aquilo que faço profissionalmente.

Estudei Design e Tecnologias para a Cerâmica (chamava-se assim na altura, agora chama-se Design de Produto – Cerâmica e Vidro) na ESAD das Caldas da Rainha. Trabalhei vários anos na indústria cerâmica como Designer Cerâmico, mas a vontade de criar as minhas próprias peças falou mais alto. Quando iniciei o meu projeto fazia apenas joalharia cerâmica. Hoje em dia estende-se a peças utilitárias e decorativas, tendo as decorativas também elas uma função, todas em porcelana.

 

2) Sempre soubeste que querias ser ceramista? Como surgiu essa paixão?

 

Esta paixão não vem comigo desde pequena, apesar da minha prima um dia me dizer que se lembra de se sentar comigo a amassar terra com água e que tentava imitar-me nos bonecos que eu fazia. Também me lembro de ficar encantada quando no 1 ano do ciclo (agora 5 ano) o professor de Trabalhos Manuais me ter colocado um pedaço de barro vermelho à frente em que tinha de retirar pedrinha a pedrinha. Sempre soube que iria seguir artes, mas a cerâmica não foi imediata. Só quando vim estudar para a ESAD, é que a paixão surgiu. Acho que me aconteceu o que acontece a outros, ao meter a mão no barro parece que este entrou na minha pele. E ao final de tantos anos, com altos e baixos, sei que é por aqui o meu caminho.

 

3) O que podemos encontrar nas tuas peças que as distingue?

 

Amor, Delicadeza.

Gosto de pensar que as minhas peças transmitem a tranquilidade e harmonia que gosto de encontrar no mundo, em cada ínfimo detalhe que lhes dedico.

 

4) Sei que és uma apaixonada pela natureza e que no teu atelier tens implementadas medidas para reduzir o impacto ambiental, queres falar-nos um pouco sobre isso? 

 

Sim também sou apaixonada pela natureza e para quem observa o meu trabalho, consegue perceber isso muito bem.

Com uma pergunta tão directa, vou ter de dar exemplos.

O barro cru que provém de uma peça que não ficou ao meu agrado ou teve um erro/ acidente, é reciclado para fazer novas peças.

Todos os panos utilizados no atelier já foram lençóis noutros tempos.

Os armários que dão apoio ao atelier já tiveram outra vida.

Os contentores que guardam materiais cerâmicos, foram embalagens de iogurte, água, chocolates entre outros.

Tenho ferramentas de trabalho que me acompanham desde o início, do tempo da ESAD.

Não tenho caixote de lixo no atelier, pois não faço lixo.

Recuperamos o atelier (que antes era uma ruína) com materiais ecológicos o máximo que conseguimos e como este é na nossa habitação, não tenho de sair de casa para ir trabalhar.

 

5) Essa preocupação em deixar um mundo melhor, surgiu depois da maternidade?

 

Pode dizer-se que sim. Depois de ser mãe passou a ser uma preocupação, afinal elas (as crianças) encontraram um mundo com tanto para mudar, mas não foram elas que o fizeram assim.

 

6) Tens também um projecto recente que promove actividades com crianças, em que consiste este projecto?

 

Este projecto ainda é mais ou menos um sonho. Chama-se “Escola d’Aldeia” e fica na antiga escola primária da Torre, Salir de Matos. Consiste em proporcionar às crianças a realização de oficinas que elas normalmente não estão habituadas a fazer ou não têm acesso. Um dia gostava de conseguir chegar a todas as crianças independentemente da seu extrato social, porque todas têm os mesmos direitos. As próximas oficinas vão ser já durante este mês e também no mês de Agosto.

No futuro gostaria de estender este projecto a toda a comunidade e conseguir proporcionar, momentos em que conseguissem abrandar o ritmo, ter tempo para pensar e para fazer o que se gosta e momentos para se estar e fazer actividades com a família.

 

7) Qual é o teu produto favorito da Poção Mágica?

 

O “Deo” – bálsamo desodorizante. A razão é só por ter sido o primeiro produto que experimentei. Mas já são tantos que não dispenso no meu dia a dia, que deixo de ter um favorito, mas vários.

 

8) Que mensagem gostarias de deixar à nossa comunidade?

 

Fazer o que gostamos e seguir os nossos sonhos vale a pena.

Que o segredo não é ter coisas e mais coisas, mas sim, ser feliz com aquilo que somos e com quem temos.

Que todos somos responsáveis pela casa que é de todos.

Todos nós temos um papel importante na nossa comunidade, temos é de estar atentos ao nosso interior e estar disponíveis para isso.

 

Podem e (devem) acompanhar o trabalho da Sílvia através das redes sociais @silviajacomeceramics e através do site www.silviajacome.com

Acredito que vão ficar tão deslumbrados com o seu trabalho como eu!

 

Até breve,

 

Sandra Martins

CEO e Fundadora da Poção Mágica

Sem Comentários

Comente

Newsletter"Carta Mágica"

Subscreve a nossa newsletter mensal e fica a par das novidades, ofertas e conteúdos exclusivos.